quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

O desafio de amar!!!



O Desafio de Amar!

                Amar é de fato um desafio. Amar uma pessoa normal, com defeitos, com manias, com problemas...não é nada fácil. Iremos considerar aqui não apenas o  ter um sentimento de amor por outra pessoa, mas o de viver esse amor.
                No livro de Coríntios capitulo 1, versículos do 4 ao 7, Deus fala claramente o que é o amor.
“O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece.
Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal;
Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade;
Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta”.
                Se analisarmos cada característica descrita nesses versículos, podemos constatar o quanto é desafiante amar. Na boca de muitos está a frase “Eu te amo”, mas quantas dessas pessoas estão realmente vivendo este amor? Será que amar é apenas dizer que ama? Não, claro que não é. Amar é uma ação!
                Observamos que atualmente grande é o numero de casais que se divorciam com pouco tempo de vida conjugal. Grande é a rotatividade de namorados que um jovem possui. O relacionamento se tornou para o mundo algo banal e o amor nem se fala.
                Em muitos casos o casal alega que não possuem mais afinidade e acreditam ser mais fácil acabar, jogando fora o “problema”. Deus sabiamente nos diz que o amor é sofredor, pois grandes são os problemas e provas que um casal passa ao longo de sua vida a dois, sim é sofrimento, mas suportá-lo é uma demonstração de amor. Tudo sofre, porém crê, espera e suporta essas provas e sofrimentos. Isso é amar!
                Existem situações nada fáceis, onde o primeiro pensamento que vem nas nossas mentes é o de desistir e por isso tantos estão desistindo, mas se Deus estiver no negócio, abençoando o seu relacionamento, se você estiver buscando a Deus, orando e sendo fiel, as provas irão passar e seu relacionamento continuará de pé. Mas também não podemos esperar apenas da parte de Deus, pois na maioria das vezes os conflitos são ocasionados por nós mesmos, então cabe a nós tomarmos uma atitude de mudança, é claro que buscando orientação do Senhor, pedindo sabedoria, mas que seja uma decisão própria de salvar seu relacionamento.
                Amar é uma decisão e para isso temos que fazer renuncias muitas vezes difíceis, mudar hábitos, pois como vimos o amor não busca seus interesses, mas o do outro, de faze-lo feliz.
Mas não há nada melhor do que ver um sorriso no rosto do seu cônjuge e saber que é por sua causa. Valorize o seu companheiro pois já diz a palavra: ”Melhor é serem dois do que um”(Eclesiastes 4:9).
Cuide do seu tesouro para que ninguém roube ou para que ele não se perca no tempo e esteja sempre na presença de Deus, pois aquilo que você não sabe Ele capacita, aquilo que você não pode Ele pode e aquilo que não é Ele faz ser.


Aline Patrícia!

Nenhum comentário:

Postar um comentário