quinta-feira, 30 de maio de 2013

Filme "Tempo de matar"

O filme que assistimos em sala, conta a história de Carl Lee Hailey, um homem negro, que teve sua filha de 10 anos estuprada por dois homens bêbados e brancos. Choro ao lembrar do sofrimento da pequena Tonya ao se desculpar com seu pai por ter derrubado as compras.
            Ao ver o sofrimento e as dores de sua filha e o fato de ela não poder mais ter filhos no futuro, ele se enche de ira escondendo-se no tribunal e assassinando os dois homens que estupraram sua filha.
            Carl Lee Hailey, procura um advogado renomado que estava em crise financeira de nome Jake Tyler Brigance, que o defende bravamente. A história de Carl Lee, causou a volta do movimento chamado Ku Klux Klan, movimento esse que é a revolta dos brancos contra os negros.
            O filme retrata do preconceito e do racismo e da falta de integridade na Justiça,pois haviam policiais envolvidos no movimento Ku Klux Klan e tem uma cena que me chamou muita atenção onde o Juiz do caso em que Carl Lee estava sendo condenado a morte por assassinato, tenta persuadir o Jake Tyler, para encerrar o caso, assegurando que o acusado sofreria apenas com a prisão perpétua. Ele fala, que é melhor para a esposa de Carl Lee e sua família, terem um pai preso o resto da vida e vivo, do que ser viúva. Sem contar que o promotor de acusação escolhe apenas jurados de cor branca, já sendo uma estratégia contra Carl Lee.
            É notória a frieza com que os negros são tratados, pois no começo do filme os caras que estupraram Tonya de 10 anos, não sofreriam uma pena tão pesada, mas Carl Lee, estava com o estado contra ele.
            Observo também que em ambos os lados tanto defesa como acusação há trapaça, pois ambos buscam informações para desmoralizar as testemunhas ambos agem com má fé. Era uma verdadeira guerra de sangue.
            Por último eu não posso deixar de citar, a brilhante defesa de Jake Tyler Brigance, no final do julgamento, ele conta uma bela história de uma garotinha que vai ao mercado e é estuprada, imagina que essa garotinha poderia ser sua filhinha e no fim faz um comentário que meche com qualquer cristão: “ Imaginem que ela é branca”.
            Sim Carl Lee, saiu vitorioso do caso, mas a que ponto chegou a defesa do Jake Tyler Brigance, o que ele teve que lutar, o que ele abriu mão, o que ele quase perdeu, o que ele perdeu, para ganhar o caso? Ele vivia em um estado de puro racismo, onde a lei que foi feita para todos de igual modo não era cumprida.
            Eu entendo a dor de Carl Lee, entendo também que ele não deveria ter matado os estupradores, mas a minha revolta é com o racismo mostrado no filme, eu acho que Carl Lee não estava sendo julgado por assassinato e sim condenado por ser da cor negra. 

sexta-feira, 8 de março de 2013

Uma flor para tantas flores *-*

Ser mulher é uma dádiva...
Somos consideradas o sexo frágil, mas eu paro para analisar, o quanto somos fortes*-*
A mulher é única, a mulher consegue enfrentar as situações mais críticas, mesmo sendo tão sensível...
A mulher é sim chorona, ciumenta, algumas vezes irritantes, ansiosas mas a mulher ela tem uma força divina...
Tanto que já tivemos que enfrentar, o pré-conceito que nos cercava, mas estamos aqui para mostrar ao mundo o nosso potencial, mostrar que somos capazes, mostrar que o mundo não seria o mesmo sem a doçura e sensibilidade de um ser chamado... Mulher *-*

Então hoje eu te ofereço uma flor mulher, sim uma flor para um jardim que às vezes sofre de tanto lidar com tantos espinhos, uma flor para te fazer esquecer os teus problemas e te fazer recordar a tua sensibilidade...
Não se incomode por muitas vezes você chorar tanto, não se incomode por incomodar a tantos... você chora porque tem sentimentos, você incomoda, porque é luz...

Você que está lendo essa mensagem, saiba que você é muito especial, você merece e vai ser feliz, você pode sonhar, ter objetivos e o mais importante, realizá-los *-*

Para nós:

Feliz 08 de março - Dia Internacional da Mulher

Com amor, Bel Cristina

segunda-feira, 4 de março de 2013

A Sociologia e a Revolução Industrial *-*


No século XVIII a sociedade passou por diversas transformações devido aos efeitos causados pela Revolução Industrial. Esse evento ocasionou várias modificações culturais que perduram até os dias atuais.
              Em pouco tempo a humanidade foi presenciando muitos acontecimentos, na Europa mesmo, aquele cenário de aldeãos cheios de habilidades na área agrícola, nos serviços artesanais, foram se tornando sem utilidades, todos estavam emigrando para as minas ou para as cidades fabris, estes se tornavam os operários enquanto surgia também uma nova classe de empreiteiros profissionais e empresários.
                Com essa mudança da realidade, surgiram novos problemas sociais, cujas ciências sociais que já existiam, não conseguiam explicar, surge à necessidade de uma nova ciência para estudar esses novos acontecimentos, então no século XIX nasce a Sociologia, para entender, tratar e estudar esses fenômenos sociais.
                Denominamos de Revolução Industrial, um conjunto de invenções e inovações que modificaram a produção dos bens, causando um crescimento irreversível. Esse acontecimento transformou a economia Inglesa que antes era agrária e passou a ser industrial, produzindo muito em pouco tempo e com menos custos. Ano entre 1760 e 1820.
                A Indústria Algodoeira foi a primeira responsável pela ascensão da Revolução Industrial Inglesa. A produção de tecidos foi multiplicada graças à implantação de teares mecânicos. Mas o que realmente revolucionou foi a siderurgia, pois com sua tecnologia, repercutiu em todo o desenvolvimento industrial. Houve o aperfeiçoamento capaz de melhorar a fundição do ferro, criando novas máquinas e melhorando técnicas já existentes. Foi o ferro que desenvolveu as ferrovias revolucionando o sistema de transportes, fazendo surgir técnicas de pavimentação e possibilidades de intercâmbio.
                A Revolução é também caracterizada pela substituição do trabalho humano, pelo uso de máquinas, que produzem muito mais e com menos custos do que a junção de grupos no sistema artesanal e doméstico.
                Com todo esse desenvolvimento, vem à necessidade de organização do trabalho. Adam Smith em sua obra A Riqueza das nações (1776), cita que com o trabalho organizado e com as tarefas divididas, os operários com um fio metálico, realizam até 18 operações distintas produzindo até 4800 alfinetes, enquanto que um operário isolado, não produziria mais que 20.
                Mas existem alguns pontos negativos em todo esse crescimento. O trabalho era repetitivo, existia o empobrecimento intelectual, que aumentava cada vez mais, com isso nota-se que o aumento da produtividade dava-se graças à organização do trabalho, as tarefas repetitivas e não ao aumento intelectual do operário. Antigamente existia o grêmio para o mestre de ofício, mas isso se tornou desnecessário, o que as indústrias necessitam, era de rapidez, nos processos, com isso mulheres e crianças, que viviam de maneira miserável, ingressavam com frequência nas indústrias.
                O proletariado foi crescendo, ou seja, aumentou o número de operários que recebiam aquilo necessário a sua sobrevivência. Cargas horárias absurdas entre 14 e 16 horas por dia, uma atmosfera de trabalho repetitivo, com ruídos, fumaça e ambiente insalubre.
                O cenário no campo era de dificuldades e muitos camponeses, abandonavam ou vendiam suas terras para se mudarem para o meio urbano. Com isso e a falta de adaptação aos novos métodos de vida, muitos foram os problemas enfrentados pela sociedade como pobreza, doenças, prostituição, alcoolismo e aumento da violência.
Um fato interessante foi o movimento dos Luditas, que eram alguns operários que foram substituídos pelas máquinas, e tinham a ideia de que era necessário destruir a máquina que o substituíra.
Essa mudança do campo para o meio urbano causou uma acelerada no crescimento das cidades. Em Londres, por exemplo, o aumento entre 1790 e 1841 foi de 1 milhão de habitantes, para 2,5 milhões.
Então como qualquer outro fator social, a Revolução teve seu lado positivo que foi o aumento da produtividade, mas também teve o lado negativo, da má utilização da mão de obra. Essa série de acontecimentos foi que fez com que existisse a Sociologia.

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

O valor da confiança em Deus *-*


          São tantas as aflições que enfrentamos no nosso dia a dia, o mundo está cada vez mais corrido, o tempo parece que voa, temos tempo para tudo e às vezes nos falta tempo para tudo. Nossa rotina está cada vez mais preenchida com as nossas atividades diárias e nos falta tempo para analisarmos a sagrada escritura e os seus belos ensinamentos para a nossa vida.
                Em minha leitura diária, abri no Livro de 2 Crônicas capítulo 20. Este belo capítulo trata do ataque dos Moabitas e dos Amonitas contra o Rei Josafá e todo o povo de Judá e Israel.
                Você deve conhecer a história, o povo de Judá não tinha armas para pelejar e foram falar com o Rei Josafá, este ao ouvir as notícias, se ajoelhou como sinal de humilhação perante o Senhor, no meio de todo o povo e começou a clamar: “Ah! Senhor, deus de nossos pais, porventura não és Tu Deus nos céus? Não és tu que dominas sobre todos os reinos das nações? Na tua mão há força e poder e não há quem te possa resistir.” 2 Crônicas 20.Então Deus levantou o profeta Jaaziel e falou a todo o povo dizendo: Dai ouvidos todo o Judá, e vós, moradores de Jerusalém, e tu, ó rei Josafá; assim o SENHOR vos diz: Não temais, nem vos assusteis por causa desta grande multidão; pois a peleja não é vossa, mas de Deus. Nesta peleja não tereis de pelejar; postai-vos, ficai parados e vede a salvação do Senhor para convosco ó Judá e Jerusalém. Não temais, nem vos assusteis; amanhã saí-lhes ao encontro, porque o Senhor será convosco. 2 Crônicas 20. 15 e 17.
                O povo jejuou, orou, se humilhou, Deus fez o povo triunfar, Deus deu vitória ao seu povo, os levitas foram para frente e começaram a louvar, Deus armou emboscadas e o seu povo venceu a peleja, verdadeiramente, Deus pelejou por eles. Assim também é na nossa vida, a nossa arma é o louvor, é a adoração.
                Você assim como eu já deve ter passado por alguma dificuldade e assim como eu também já fiz, deve ter tentado resolver com as suas próprias mãos. Nós somos assim, tentamos resolver por n[os mesmos, sem nos lembrar de que existem coisas que só Deus pode fazer, o impossível cabe a Ele, pois se for possível, é para nós resolvermos. “Porque para Deus nada é impossível”. Lucas 1.37.
                Agora fico me imaginando se nós todos fizéssemos como o Rei Josafá, que buscou a verdadeira ajuda, muitas vezes o Senhor nos mostra tão claro em sua palavra a quem devemos recorrer e em quem devemos confiar. Deus com certeza nos daria a mesma resposta que deu ao povo de Israel e Judá.
                Através dessa maravilhosa leitura, Ele me mostrou que aquilo que eu estou passando, eu não tenho que tentar resolver com as minhas próprias mãos, eu tenho que parar, ficar quieta para ver o que Ele vai fazer, como Ele vai agir e resolver. Eu passo o recado para vocês, pare, fique quietinho(a) em seu lugar e veja o que Deus vai fazer na tua vida. Confie no Senhor, se possível, ajoelhe-se em sinal de humilhação e entregue ao Senhor os teus dilemas e as tuas dificuldades. Porque o teu problema não é nada para o Deus que você serve, diga ao seu problema em nome de Jesus, o meu Deus é maior do que você.

Entrega o teu caminho ao Senhor, confia nEle e o mais Ele fará” Salmos 37.5              

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

O lado que ninguém comenta sobre o Brasil


Este texto é do meu querido amigo Milton Lima, e trata da triste realidade brasileira.

"Sempre me fiz autocríticas em relação a exigir que as pessoas tenham um mínimo de educação, dizia a mim mesmo, “elas não tiveram a mesma oportunidade de frequentar uma universidade ou escola, por isso agem de tão maneira”.
Descartei tal hipótese, observei duas diferentes situações no ônibus essa semana, a primeira foi a de uma jovem com uniforme de uma universidade federal comendo feito uma leoa e atirando as embalagens pela janela do ônibus e detalhe sentada no acento de idosos, na ocasião tinham pessoas especiais que estavam em pé, e a bonitona lá sem dar à mínima....
A outra situação foi que eu também estava no ônibus quando entrou uma senhora muito simples, ela dirigiu-se até mim e falou --- “Meu filho, por favor, tem como você ler esse endereço para mim, pois eu não tenho leitura”, eu prontamente fiz o que a senhora solicitou-me, ela educadamente agradeceu, eu cedi meu lugar e ela sentou e seguimos trajeto, em outra parada entrou uma moça grávida e ninguém levantou-se, a senhora não teve dúvidas levantou e deu o lugar para a grávida.
Conclui, chega de bancar o coitado, não existe essa de que não teve as mesmas oportunidades, se você é um lixo de pessoa é porque escolheu ser. Engraçado é que esses lixos são os primeiros a falar a frase que eu ODEIO “ Isso é Brasil”, o que essas pessoas contribuem visando melhorar a vida no nosso país?? Nem o mínimo elas fazem, o pior é que levamos nas costas os custos daqueles que fazem “isso ser Brasil”."


Milton Lima

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

A simples curva de um sorriso *-*

Mulher, melancia, mulher, mulher melão, mulher moranguinho...que entre essas que estão espalhadas por aí eu consiga me tornar, uma mulher virtuosa...

Hoje em dia o mundo deturpado, procura numa mulher muitas curvas e algumas partes do corpo que sejam de tamanhos extravagantes, enquanto isso, graças a Deus existe sim uma minoria que ainda busca algo diferente, e uma porção de princesas que buscam esses príncipes que fazem questão da diferença...

"Eu Escolhi Esperar, um príncipe especial, criado por Deus, que seja capaz de passar a vida toda admirando uma única curva em mim... Acurva do meu sorriso..."

Boa tarde preciosos e preciosas *-*


segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Um presente chamado Sexualidade *-*


Quero falar de um assunto tão normal e natural, mas que hoje em dia tornou-se meio que polêmico, a nossa sexualidade.
Quando Deus criou o mundo, notou que na perfeição da sua criação algo estava faltando, ao criar um casal de cada animal, mas para o homem faltava o seu par, então Deus teve o brilhante plano de tirar uma costela de Adão e assim criou a mulher, uma companheira para Adão, seu nome era Eva.

"Assim Deus criou o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou. Macho e fêmea os criou." (Gênesis 1.27).

Deus presenteou o ser humano com algo maravilhoso, que é a nossa sexualidade, a nossa forma de amar, a nossa maneira de demonstrações afetivas, sim os nossos desejos, o sexo foi sim criado por Deus e não é algo pecaminoso de forma alguma, o que o torna pecaminoso é a mentalidade de quem o está praticando.

Em uma palestra que eu assisti com o Pr. Nelson da causa Eu Escolhi Esperar (http://euescolhiesperar.com/), ele citou algo que vale a pena ser repassado e se estivermos com os nossos olhos espirituais abertos, perceberemos que é a mais pura realidade. “O Diabo banalizou o sexo, o diabo sujou algo tão bonito, o diabo pôs pecado em um presente entregue a nós pelo criador”. 

Não se pode mais falar a palavra sexo em uma conversa casual, que já é motivos de zombarias e chocarrices. Vejo nos dias atuais meninas que se entregam facilmente à prostituição pelo simples prazer de viver uma vida de pecado.

A situação está tão séria e se agravando cada vez mais que número de decepções amorosas dentro da própria igreja vem aumentando cada vez mais, as decepções mundanas, estão virando decepções dentro da casa do Senhor. O diabo está cada vez mais se apoderando da mente dos jovens do Senhor e tentando mostrar que não vale a pena esperar, que a viver uma vida de prostituição e pecados é mais prazeroso, do que tentar viver uma vida de santidade. Lembrando que existe uma linha considerável entre puritanismo e santidade, santidade é uma escolha e não um conjunto de regras à serem seguidas, mas isso já é um outro assunto.

Voltando a sexualidade é importante percebermos que estamos vivendo os últimos momentos da igreja aqui na terra e  ao invés da igreja fazer a diferença no mundo, o mundo está querendo deixar a igreja diferente, ou seja, o diabo não quer mais que exista a igreja, o plano dele é destruí-la...  O ladrão vem apenas para roubar, matar e destruir;” (João 10.10 a).

Em meio a tanta tristeza e a tanta banalização do sexo e do modo de vida escolhidos pelas pessoas nos dias atuais, temos uma esperança... “Eu vim para que tenham vida e a tenham plenamente” (João 10.10 b). Sim meus irmão, Cristo é a nossa esperança e eu falo para os jovens, os solteiros assim como eu rsrsrs... Temos um presente em nossas mãos, cabe a nós entregarmos a qualquer um ou aquele ser especial preparado por Deus para passarmos a nossa vida amando e respeitando, sendo amados e respeitados, então aproveitemos sim para usufruir daquilo que Deus nos deu, a nossa sexualidade mas no momento certo.

Eu tenho certeza de que Deus já traçou um plano para você, ele tem alguém que vai complementar a sua vida, lembre-se completo você já é, mas sim existe aquele jovem, um verdadeiro príncipe que também escolheu esperar por você princesa e sim existe aquela jovem, uma verdadeira princesa que também escolheu esperar por você príncipe. Não se deixe levar pelas emoções passageiras, que o diabo oferece, não se deixe levar pelo pecado que o diabo colocou no que foi criado por Deus.
Para finalizar eu digo para aqueles que não conseguiram esperar e se guardar, nunca é tarde para recomeçar, se hoje você fizer uma decisão de servir e obedecer a Deus, de viver uma vida longe do pecado, cada vez mais próxima de Deus, Ele apagará da tua vida as páginas da história que foram tristes e decepcionantes e com certeza, Ele tem um novo roteiro para a sua vida, mas um roteiro de muita alegria.

Você é especial para Deus, então lembre-se Ele só vai dar você de presente a alguém que realmente mereça, alguém que também é especial para Ele. Decida hoje assim como eu um dia decidi, não me decepcionar com os manjares do mundo que depois apodrecem e se vão, para esperar algo lindo e verdadeiro que vai durar eternamente... Escolha esperar um amor verdadeiro, que dure  vida toda e não alguns momentos banais de prazer...

“Eis que faço coisa nova, que está saindo à luz; porventura não o percebeis? Eis que porei um caminho no deserto e rios, no ermo.” (Isaías 43.19)

Bel Cristina *-*

#EuEscolhiEsperar *-*